domingo, 15 de maio de 2011

Pífio

Acabei de ver um post no twitter, da governadora Rosalba Ciarlini, dizendo que o estado do RN irá patrocinar os clubes potiguares que disputam campeonatos estaduais. Sinceramente, isso é ridículo. Um estado pobre como o nosso, com escolas e hospitais públicos caindo aos pedaços, anunciar que irá pôr dinheiro público em instituições privadas que nada fazem para a melhoria das condições econômicas do RN, é um insulto à mínima inteligência dos cidadãos.
Gosto de futebol, torço pelo potiguar de Mossoró, quero que ABC e América façam boas participações em seus campeonatos, mas sem dinheiro público. Ocorre que os clubes são pessimamente mal administrados, não têm inteligência para lançar mão de estratégias de arrecadação de dinheiro junto à iniciativa privada e nós, cidadãos potiguares, seremos onerados. Nossos impostos que, com certeza teriam melhor destinação se fossem usados para privilegiar, realmente, o interesse público, findam parando em fins pouco úteis à coletividade.
Isso é ridículo, inaceitável, revoltante.
No twitter ensaiei o início de uma campanha para, pelo menos, gerar o debate. Chama-se "#contradinheiropúbliconosclubesdefutebol". A hashtag é grande, eu sei, mas se você concordar com isso, entre também na campanha.

5 comentários:

  1. Professor Raul Concordo com você.
    Ao Invés de patrocinar Clubes de Futebol ela deveria investir em Educação, pois nas últimas semanas as escolas estaduais encontra-se em greve por falta de pagamento e reajuste salarial.

    ResponderExcluir
  2. Quando o senhor disse que o estado era pobre, eu pensei logo, é a cara de Raul, mas creio que seja pobre por dentro(sem educação, falta de investimento, ganância,falta de segurança etc.), temos dinheiro de investir mas que pena que ninguém quer se acordar ou despertar para isso, os culpados podem ser eles, mas nós temos uma participação e o futebol deixem para jogar quando se formarem.
    Droga de futebol F.C esse é o futebol educacional

    ResponderExcluir
  3. Exatamente, Sr. Anônimo. Foi exatamente o sentido de pobre que eu usei. O Estado arrecada cerca de 10 bilhões de reais por ano. Dinheiro tem, prioridades que levem o seu uso a gerar o bem comum, não.

    ResponderExcluir
  4. Enquanto nossa ilustríssima conterrânea decide investir em empresas privadas, hoje o RN foi tema de uma reportagem no Bom Dia Brasil da Rede Globo, segundo a matéria o Estado está um caos com vários órgãos em greve ou em indicativo de greve. Uma vergonha!

    ResponderExcluir
  5. Eu falando aos meus amigos sobre esse blog que merece respeito e também dedicação, e digamos Raul que o que se passa no RN é uma pura corrupção e na qual o Estado do RN rico e que apresenta muitos corruptos estão planejando uma nova campanha, assim se faz todo o ano economizando a renda do cidadão. Pífio é isso ficarmos calados em meio a tanto roubo oculto.

    ResponderExcluir