sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Ford investirá R$ 4 bilhões para aumentar produção no Brasil

UOL
.
A Ford planeja investir R$ 4 bilhões no Brasil para aumentar a produção, diante do aumento da demanda por carros por conta dos juros nas mínimas recordes e de uma recuperação na maior economia da América Latina, disse nesta sexta-feira (20) o presidente da companhia para as Américas, Mark Fields.
A maior parte dos recursos, R$ 2,8 bilhões, será direcionada a duas fábricas, no Ceará e na Bahia, disse Marcos de Oliveira, presidente-executivo da montadora para o Brasil e o Mercosul. A Ford espera que os investimentos criem 1.000 empregos e aumentem a produção das fábricas no Nordeste do Brasil dos atuais 250 mil para 300 mil veículos, acrescentou.Como parte do plano de investimento, divulgado numa cerimônia com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governo ampliará benefícios fiscais estaduais e federais para a Ford.A montadora é a quarta maior em vendas no Brasil e ocupa o segundo lugar nos Estados Unidos, atrás apenas da General Motors.O Brasil é um importante mercado para montadoras globais, como a italiana Fiat, a alemã Volkswagen e as norte-americanas GM e Ford. Companhias automobilísticas da Ásia e da França também estão demonstrando confiança crescente em que o Brasil compense a queda nas vendas em seus mercados locais.
O Brasil continua sendo visto como um local estratégico para montadoras globais, que sofrem muito mais nos principais mercados como Estados Unidos e Europa. Estima-se que as vendas de automóveis no país cresçam a um nível recorde em 2009, ajudadas por incentivos fiscais do governo que reduziram os preços dos veículos e atraíram consumidores às concessionárias.A isenção fiscal (IPI reduzido) deve acabar no fim de dezembro, mas a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) espera que as vendas cresçam mais de 9% em 2010.
.
Minha análise
Depois que o "The economist" publicou a matéria "O Brasil decola" e que o mercado reviu a previsão de crescimento do país neste ano para 1,5% e, para 2010, 6,2%, nenhuma notícia sobre aumento dos investimentos é mais novidade. Petrobras, Vale e Embraer já fizeram anúncios desse tipo. Fiquei especialmente feliz com essa informação quando soube que a maior parte dos investimentos serão aqui no Nordeste. Seria muito interessante novas montadoras aqui no Rio Grande, na Paraíba, no Piauí e de preferência nos interiores. É preciso criar empregos longe das capitais para desafogá-las e impedir que se tornem ainda mais caóticas. Precisamos urgentemente de mais riqueza, precisamos crescer. Claro que a problemática ambiental será sempre um gargalo, mas a inteligência nacional tem que se pôr a serviço dessa causa, afinal desenvolvimento sustentável é possível. Aliás, falando sobre a inteligência nacional, esta tem que aparecer mais e deixar os medíocres distantes dos holofotes e principalmente da direção do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário